Como combinar terno com sapato?

Bia Yzawa
Moda
29.09.2014
4
Imagem | Design: Bia Yzawacomo-combinar-terno-com-sapato-capa

Muitos homens sentem dificuldade na hora de ordenar terno com sapato. Mas primeiro, você sabe qual a diferença entre paletó, terno e costume?

  • Paletó é apenas uma peça. É a parte superior que compõe o terno ou o costume.
  • Terno é o conjunto formado por paletó, calça e colete.
  • Costume é quando se usa apenas o paletó e a calça, sem o colete.

Para o alívio de todos, tanto faz se você pretende usar terno ou costume, pois essas dicas servem para ambos. Nas explicações a seguir usarei somente a palavra terno para não ficar repetitivo, mas serve para os dois. E agora que você já sabe a diferença entre os termos, vamos ver como combinar terno com sapato?

Quando o terno é preto ou carvão

como-combinar-terno-com-sapato-0001Preto e carvão são duas cores que somente caem bem com o sapato preto. Carvão é aquele tom que parece preto, mas é levemente mais claro (como se fosse um preto desbotado, sabe?). Abaixo alguns exemplos, sendo os dois primeiros da esquerda na cor carvão e, os dois últimos, na cor preta.

terno com sapato (5)

Quando o terno é azul ou azul marinho

como-combinar-terno-com-sapato-0002

Tons em azul, incluindo o azul marinho, ficam ótimos com sapato preto, marrom, vinho, castanho avermelhado e com sapato caramelo. O sapato preto é aquele que leva mais formalidade para o look, principalmente quando usado com o azul marinho. Já os sapatos mais claros deixam o visual mais despojado.

terno com sapato (2)

Quando o terno é cinza

como-combinar-terno-com-sapato-0005

Cinza claro ou médio, tal como o azul, fica muito bem com sapato preto, marrom,  vinho, castanho avermelhado e caramelo. Se o terno for cinza escuro, opte pelo sapato preto.

terno com sapato (3)

Quando o terno é marrom

como-combinar-terno-com-sapato-0003

O terno marrom combina com tudo: sapato preto, marrom escuro, marrom claro, castanho avermelhado, vinho e caramelo. Para homens com baixa estatura que desejam alongar o corpo, opte por um sapato com a mesma tonalidade do terno (marrom escuro com sapato marrom escuro, por exemplo).

terno com sapato (4)

Quando o terno é avermelhado

como-combinar-terno-com-sapato-0004

Ternos com tons de roxo e avermelhados combinam com sapato preto, marrom e tons puxados para o vermelho, tal como o vinho e o caramelo mais escuro.

terno-com-sapato-(777)

Quando o terno é claro

como-combinar-terno-com-sapato-0006

Ternos claros, tal como bege e branco, ficam bons com sapatos claros, tais como o caramelo, como também ornam bem com sapatos escuros: preto, marrom e castanho avermelhado.

terno-com-sapato-(6)Imagens retiradas de: Pinterest | Asos | Google

Essas são as dicas para quem tem medo de errar e sente insegurança na hora de montar um look. Você pode ousar e sair do convencional, isso fica ao seu critério e vai de acordo com a confiança no seu feeling fashionista. Lembre-se que são apenas dicas, não encare-as como obrigações. Use o que tem mais a ver com o seu estilo.

Torta de legumes

Grazi Lotti
Morando Sozinho
29.09.2014
8

Essa receita é uma boa pra quando um vegano/vegetariano for na sua casa e você não souber o que fazer. Faça essa torta hahaha! \o/

Ingredientes

Massa:

  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 3 xícaras de leite de soja
  • ¹/2 xícara de óleo vegetal
  • 1 colher (sopa) sal
  • 1 colher (sopa) fermento químico em pó
  • 1 colher (sopa) açafrão
  • 1 colher (sopa) orégano

Recheio:

No recheio você pode colocar os legumes que quiser, use a criatividade. Mas vou mostrar aqui quais usei e as quantidades.

  • ¹/2 lata de milho em conserva
  • ¹/2 lata de seleta de legumes em conserva
  • ¹/2 lata de ervilhas em conserva
  • 1 tomate
  • ¹/2 cebola
  • 1 pitadinha de sal

Modo de Preparo

IMG_1012

Bata todos os ingredientes da massa na batedeira (ou na mão) até ficar uma mistura homogênea.

IMG_1054-2

Em seguida, pré-aqueça o forno à 180ºC e comece  a preparar o recheio. Essa parte também é rápida e você poderia apenas misturar as três latinhas de legumes em uma vasilha e pronto, mas eu quis adicionar a cebola e o tomate, porém, refogados.

IMG_1023

É preferível usar ao menos legumes congelados, uma vez que esses em conserva não são lá tão saudáveis por conterem uma quantidade grandinha de sódio, mas é o que tinha aqui =p.

IMG_1024

Refoguei a cebola e o tomate em um pouco de azeite e depois adicionei ao restante do recheio em uma vasilha junto de uma pitadinha de sal.

torta de legumes02

Com tudo pronto, unte sua assadeira com óleo. A minha tem um pouco menos de 30cm de diâmetro. Logo após, despeje metade da massa no fundo depois espalhe todo o recheio por cima e cubra tudo com o restante da massa novamente. Minha ideia era colocar algumas azeitonas no topo junto com um pouco de orégano, mas minha mãe me enganou. Perguntei a ela no mercado se em casa tinha azeitonas e ela respondeu na maior segurança que sim. Fui caçar depois e cadê as bagaças? T.T #boladona.

Enfim, assei por 40 minutos à 230ºC. Porém, o forno aqui em casa está zuado! Pode ser que o seu seja mais rápido e leve menos tempo. O negócio é ficar de olho e furar com o garfinho para ir vendo se está pronto, okay?

torta de legumes03

Espere esfriar (ou não) e é isso. Acho essa receita rápida e fácil de fazer, sem falar que o recheio é bem versátil, não é? Fiquei surpresa com a quantidade de veganxs/vegetarianxs nos comentários do meu post anterior! Fiquei bem contente em saber que o blog abrange um público bem diverso. Espero que tenham gostado e até a próxima =**

torta de legumes vegan

Crítica: Ariana Grande – My Everthing

Pedro Leite
Tv, Séries e Livros
27.09.2014
6

DSC_0048

Ano passado, a Ariana Grande lançou seu primeiro CD, o “Yours Truly”. Seu primeiro material fez com que me apaixonasse pelo seu trabalho, as músicas realmente me cativaram e ficaram no replay por muito tempo. Depois de um ano, para acabar com a minha sede (e de muitas pessoas) pela sua música, lança seu segundo álbum, o “My Everything”. Não foi diferente e me apaixonei pela Ariana mais ainda.

Ouvimos uma Ariana mais emotiva, mais radiofônica, mais pop. Mesmo com todas as diferenças do primeiro material, ainda sentimos a doce e sensível Ariana de “Yours Truly”. Caraca! Como eu amei esse álbum. Como eu desejei que as músicas fossem eternas e acho que vocês vão querer também. Vou fazer uma crítica bem dinâmica, falando do que achei de cada música, ok?

1. Intro – A voz da Ariana simplesmente mexe comigo. A introdução para mim serviu de uma separação de “Yours Truly” para “My Everthing”. É uma curta faixa bem doce e com vários sussurinhos. É pra apaixonar logo de cara.

2. Problem (feat. Iggy Azalea) – PA POOOM! This girl is really on fire! ~ Depois de uma música melodiosa, Problem surge para quebrar o clima paradinho do álbum. Saxofones que levantam até mortos! A parceria com Iggy é ótima, e rendeu bons frutos para ambas.

3. One Last Time – Um pouco menos ~dance~ que anterior, One Last Time, só faz Ariana reafirmar seu estilo em outro ritmo. Adorei a letra e dancei quietinho com essa música. Vale muito o play!

4. Why Try – Minha preferida do álbum (só abaixo de Love Me Harder). Os vocias de Ariana estão demais nessa música, além de mostrar não ser só mais uma música romântica. A mistura da percussão suave com o piano é muito boa.

5. Break Free (feat. Zedd) – Não lembro quantas vezes essa música tocou nas minhas férias, mas se aproxima das 200. É realmente viciante! Sou fã do Zedd, um dos melhores DJs da atualidade e fazendo parceria com a minha cantora preferida, não tem como dar errado.

Apenas um live poderoso #chupaneyde

6. Best Mistake (feat. Big Sean) – Hora de acalmar Ariana! Depois de uma sequência de músicas ~dance~, é hora de escutar Best Mistake e cair em lágrimas. É uma música bem gostosinha de se ouvir e o R&B, que pra mim é o forte da cantora, está bastante presente na melodia. O rap do Big Sean complementa os vocais de Ariana, que também estão demais nessa música.

7. Be My Baby (feat. Cashemere Cat) – Outra música com o R&B bem atuante. A letra é bem melosa e romântica, mesmo assim, essa música não me cativou tanto assim. Uma versão que tinha vazado é melhor que a final, penso que se fosse eletrônica teria combinado mais.

8. Break Your Heart Right Back (feat. Childish Gambino) – Hora de animar, Ariana! O dance voltou com uma pegada bem forte de guitarra ao fundo. A receita da música é sempre a mesma: os vocais + rap. A música é bem boa, mas tem melhores nesse álbum.

9. Love Me Harder (feat. The Weeknd) – Minha preferida ever do álbum e de toda a carreira da moça. Simplesmente lacrou com a parceira e promete hitar mundo a fora. A letra que é um arraso, me conquistou na primeira estrofe. Sou coração mole mesmo. Rs. ~Lov lov lov me uhuhuhu~

10. Just a Little Bit of Your Heart – Essa música é escrita pelo Harry Styles, aquele do One Direction, e é uma das mais lentas do álbum, mas não deixa de ser linda. O instrumental de piano é lindo e Ariana não economiza nos vocais.

11. Hands on Me (feat. A$AP Ferg) – Não gostei dessa música, achei a pior do álbum. A Ariana tentou ser muito adulta na canção e além disso, não gostei do estilo de rap do A$AP.

12. My Everything – Terminando o álbum em grande estilo, assim como começou. Ótimo instrumental e ótimos vocais. My Everything (o CD) entra para a história. :P

Bem vindo a nova geração do pop. Acho que foi isso que Ariana quis dizer quando liberou o álbum para nós, queridos mortais. Tô com gostinho de quero mais e as músicas da versão deluxe não conseguiu suprir. Ah, e esse álbum estreou na posição 1 da Billboard 200. É pouco? No topo do iTunes em mais de 60 países. Só quero agradecer a todos envolvidos por esse álbum perfeito rs.

capa-my-everthing-ariana

My Everthing por Ariana Grande
Data de lançamento: 22 de agosto de 2014
Idioma: Inglês
Gravadora: Republic Records (distribuído pela Universal Music no Brasil)

Minha avaliação: 4 estrelas e meia. <3

Até a próxima pessoal! :)